- guia de um ordinário vernáculo -


domingo, 12 de dezembro de 2010

MINHA CANTIGA DE SAUDADES

MINHA CANTIGA DE SAUDADES

A periódica melancolia chegou...
Talvez tarde demais, sim,
meio atrasada demais, assim,
ela anda meio ocupada
dominando tantos corações por aí...

A nostalgia chegou...
Talvez cedo demais, sim,
talvez forte demais, assim,
ela anda meio preocupada
em conquistar esse coração aqui...

A saudade virá, sim.
Virá e já veio me amar,
e de um jeito todo especial
me fará chorar pela falta
dos amigos e dos amores
que durante esse ano
me deixaram assim

feliz, feliz,
sim.


12/12/2010

2 comentários:

Profª Carol Amary disse...

SNIF!

Por que você faz poema? disse...

Melancolia,
nostalgia,
saudade...
tudo no caldeirão
da poesia.

Postar um comentário