- guia de um ordinário vernáculo -


terça-feira, 15 de maio de 2012

DO VIVER EM AMOR


DO VIVER EM AMOR

há que se tropeçar.
quem é que sempre fica em pé?
na nossa vida,
terra e pó e sorrisos e choros.
então vê, não há que se
ficar sempre em pé.
renunciamos a divindade
e então o nosso coração bateu.

há que se errar há que se chorar.
foi por isso que não quisemos mais
ser anjos arcanjos santos.

perdoamos e então
somos pastores e marinheiros
construímos pontes e dores:
somos amores.

há que se perdoar.
por que erramos.
por que tropeçamos.
por que queremos, amor, e confiamos.

15/05/2012

0 comentários:

Postar um comentário