- guia de um ordinário vernáculo -


sexta-feira, 13 de julho de 2012

CLEPSIDRA


CLEPSIDRA

talvez seja a estabilidade
talvez seja a falta de drama
talvez seja o calor e o frio
e os ônibus, o medo e os ritos
talvez seja esse talvez
que coloquei na cabeça:

‘talvez eu possa
um dia’.

talvez eu seja mesmo bobo
é certo que eu sou mesmo tolo
mas é que eu acho que minha
poesia é pra depois

e que o agora, quando não
se enche de poema,
é perdoável.

o erro é talvez achar
que o meu agora
um dia irá embora.

não, meu agora fica
e preciso entender 
que não é só ponto 
de partida.

13/07/2012

0 comentários:

Postar um comentário