- guia de um ordinário vernáculo -


sábado, 14 de novembro de 2009

PEQUENA CONSTATAÇÃO II

PEQUENA CONSTATAÇÃO II

Os poetas são crianças exageradas,
são exagerados! Sou poeta e canto mais
do que ouço e sou um transloucado
bem doido e exagero e mesmo que falem
escrevo como quero e repito minhas metáforas
velhas, e quem quiser que pare de ler.

Escrevo muito mais do que vivo e minhas sílabas
são dons e que saudade de você e que pureza de (in) felicidade.

Ah!
Vou dançar com essa nova música que fiz.

Já lhe disseram que esses poetas vivem enamorados pela ilusão?
Sim, isso é verdade.

2 comentários:

Luidgi disse...

"escrevo como quero e repito minhas metáforas
velhas, e quem quiser que pare de ler".

NÉEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!

mary disse...

Isso meche com meu lado sentimental T_T

Postar um comentário