- guia de um ordinário vernáculo -


sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

OS POEMAS SÃO PARA VOCÊ

OS POEMAS SÃO PARA VOCÊ

Em algum momento entre ontem e hoje
nós nos perdemos. Nossas mãos se soltaram
suadas e cansadas e caíram desanimadas
ao lado do corpo cansado, da mente suada

dos passos pequenos, da confusão dos pensamentos
que amamos e odiamos e não sabemos o que
pensar estamos na multidão perdidos sozinhos:
telepatia, antropofagia, coração carcomido, roído por

nossos vermes de estimação.
Oi! Oi! Onde está você?
Oi! Oi! Quero você, quero te ver!
Oi! Oi! Quer me conhecer?

E nós não nos ouvimos, mas também
temos que gritar e minha garganta dói.

Desculpe-me!
Desculpe-me!
Estou apaixonado pelo mundo,
seus sentidos, suas pessoas.
Quero tudo, não só você
quero só você e quero
o mundo todo você.

Tchau,
Tchau,
é necessário cantar!

Tchau,
Tchau,
preciso desesperadamente amar.


02/09/2009

3 comentários:

Camila disse...

Poemas sobre amor são tão bonitos. E você é tão bonito e eu amo quem ama e quem gosta de amar. Quem gosta de amor, ama amor, quem é amor e amor.
Ê, você não está sozinho no mundo.
E sabe que tenho um sentimento paternal por você.
Beijos.

- disse...

Lindo, theus ;D

É poeta mesmo! haha

vá, cante e ame desesperadamente \O\

Mary disse...

Lindo theu *-*

Postar um comentário